fbpx

O disco intervertebral é uma estrutura cartilaginosa que guarda em seu centro o núcleo pulposo (um líquido gelatinoso que tem um formato oval). Quando esse disco é danificado, ficando com rompimentos ou fissuras, o núcleo perde seu formato original e sai por essas aberturas. E a esse acontecimento, damos o nome de hérnia de disco.

Os sintomas da hérnia de disco geralmente surgem anos antes de descobri-la, com as frequentes dores nas costas que, geralmente, são ignoradas. E, por mais que não seja o único indicador da doença, é um dos primeiros sinais de alerta que o corpo emite. Além disso, alguns fatores favorecem a instalação da hérnia, como a obesidade, o envelhecimento e o esforço físico inadequado. Abaixo, confira quais são os principais sintomas:

  1. dor nas costas há mais de três meses;
  2. dor nas costas durante o sono noturno, que permanece ao acordar;
  3. dificuldade para ficar sentado corretamente (coluna ereta) por mais de 10 minutos;
  4. fraqueza em uma das pernas ou nas duas;
  5. formigamento, dor ou dormência nos braços e pernas;
  6. incapacidade de ficar de ponta de pé com uma das pernas;
  7. dificuldades extremas para segurar a urina;
  8. redução do rendimento e desânimo para a realização de atividades rotineiras;
  9. dores de cabeça associadas a dores na região da nuca, que se estendem para os ombros;
  10. dificuldades para se locomover ou levantar algum objeto.

Qualquer um desses sintomas é um sinal de alerta, pois todos representam problemas sérios para a coluna. Ao identificar algum sintoma, busque ajuda médica. Não é indicado o uso de remédios por conta própria ou deixar que a dor melhore com o tempo. O correto é que a causa de sua dor ou incômodo seja investigada por um especialista, para que o problema seja evitado ou tratado de forma adequada.