Tratamento da lesão da cartilagem do tornozelo

30/03/2021

A lesão da cartilagem do tornozelo afeta 15% da população no mundo, sendo os jovens, os mais afetados, segundo a Revista Brasileira de Ortopedia (RBO). Os tratamentos são relativamente simples e podem ser cirúrgicos e não cirúrgicos. Continue a leitura e entenda mais sobre esse tipo de lesão.

Cartilagem e lesões do tornozelo


A cartilagem é um revestimento que recobre o osso e faz com que as nossas articulações tenham movimentos com o mínimo de atrito. Quando essa cartilagem é machucada, há um aumento da sobrecarga mecânica e consequentemente, do atrito da articulação.

No tornozelo, a principal causa de lesão da cartilagem é o trauma (pancada), que pode decorrer de um simples torção, como também de lesões mais graves com fraturas associadas.

Algumas deformidades nos membros inferiores também podem causar lesões na cartilagem do tornozelo, porém de forma mais lenta e degenerativa (que vão causando desgaste progressivo).

E os tratamentos?


Os tratamentos são, basicamente, cirúrgico e não cirúrgico; e dependem da gravidade da lesão.

Tratamento cirúrgico: indicado quando a lesão é estável (sem pedaços soltos de cartilagem). Consiste em: imobilização temporária, medicamentos anti-inflamatórios e fisioterapia para amplitude de movimento e fortalecimento do tornozelo.

Tratamento não cirúrgico: indicado quando o tratamento cirúrgico não alivia os sintomas. Eles podem ser vários: tratamentos por videoartroscopia, osteotomia (cortes ósseos) para realinhamento dos ossos, transplante de cartilagem, prótese de tornozelo e artrodese (fusão da articulação).

Há prevenção para lesões na cartilagem do tornozelo?


Sim. E a principal forma de prevenção é o condicionamento físico e fortalecimento muscular. Isso para evitar instabilidades e traumas no tornozelo.

Quando procurar um ortopedista?


As lesões da cartilagem do tornozelo são lesões relativamente frequentes após entorse do tornozelo (lesão que ocorre quando o tornozelo vira, torce ou gira de uma forma estranha); e geralmente não causam sintomas. Por isso, ao apresentar entorses agudos do tornozelo, sentir dor e limitações, principalmente na prática de atividade físicas e esportivas, procure um ortopedista para avaliar e fazer o diagnóstico, além do tratamento necessário.

Visite regularmente seu ortopedista de confiança. O Hospital IOP é referência em Ortopedia no Tocantins e em toda a região norte do Brasil.

×